Porto - 14/02/2019, 11:30

Governador apresenta projeto do Porto de Luís Correia a empresários do setor de infraestrutura

A atividade faz parte de uma agenda de promoção do projeto de PPP para construção e administração do porto piauiense



Midi foto 7246 173228.jpg.360x243 q85

A comitiva formada pelo governador Wellington Dias e a superintendente de Parcerias e Concessões do Estado (Suparc), Viviane Moura, apresentou a investidores o projeto de construção do Porto de Luís Correia, na tarde desta quarta-feira (13), na sede da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (Abdib), em São Paulo.

A atividade faz parte de uma agenda de promoção do projeto de Parceria Público Privada para construção e administração do Porto piauiense.

Para o presidente da Abdib, Venilton Tadini, a qualidade técnica e os critérios destacados na apresentação do projeto chamaram a atenção de investidores e associados. “Nós conhecemos o trabalho do governador Wellington Dias e gostamos muito da forma como é tratado o projeto dentro de um processo de desenvolvimento, no qual ele estabelece prioridades com critérios de racionalidade. Acreditamos que esse porto causará um impacto significativo para o estado e para a região. Acho que o momento do país é oportuno, a natureza do projeto é significativa e a iniciativa privada tem todo o interesse em contribuir com os interesses do estado”, assinalou.

Está é a primeira vez que a iniciativa é apresentada ao público. O processo de consolidação do projeto ainda passa pelas etapas de consulta pública, publicações de editais e licitação.

De acordo com o economista e diretor adjunto da DTA Engenharia, empresa responsável pelos estudos técnicos de viabilidade do Porto, Daniel Kohl, o principal objetivo era chamar atenção dos investidores para a viabilidade da obra. “O porto é uma construção que está presente na história do Piauí há 40 anos, mas nunca foi de fato estudado, no sentido de se chegar à conclusão de que é viável e possível de ser colocado em pé. É a primeira vez que o Governo apresenta isso com uma possibilidade real de investimento ao público”, comenta.

Para Viviane Moura, a receptividade do público empresarial tem sido positiva, um passo importante na consolidação do projeto. “Tivemos um público extremamente qualificado, formado por pessoas que atuam nesse setor. Apresentamos a base técnica econômico-financeira, que justifica o porto do Estado do Piauí e a sua viabilidade. As empresas estão dispostas a avaliar o material que agente produziu e participar desse processo”, conclui.

O governador Wellington Dias explicou que a apresentação na Abdib é estratégica no ponto de vista de expertise de mercado. De acordo com ele, a associação congrega fundos e investidores que têm a capacidade de identificar um bom projeto. Além de atender aos critérios exigidos pelos parâmetros federais e internacionais o projeto iria ao encontro da demanda de mercado. “Com isso podemos colocar o edital para a concorrência e temos um edital em sintonia com os investidores”, destacou.

Dias ainda pontua a região de Luís Correia como território econômico para a exportação. “Nosso objetivo é ter um porto onde temos os Tabuleiros Litorâneos, uma ZPE (Zona de Processamento e Exportação), uma região onde temos minérios, produção de alimentos, madeira, etanol e uma localização estratégica pensando no turismo”, visualizou.


Fonte: Com informações do portal PI GOV