música - 10/11/2018, 16:52

Adriana Calcanhotto fará show extra em Teresina pelo Projeto Seis e Meia

Ingressos serão vendidos nesta segunda (12) a partir das 17h na bilheteria do Theatro 4 de Setembro



Midi foto 5286 131249.jpg.360x243 q85

Devido a grande procura por ingressos do show de Adriana Calcanhoto, pelo Projeto Seis e Meia, a cantora fará uma segunda sessão em Teresina. Os ingressos serão vendidos nesta segunda-feira (12), na bilheteria do Theatro 4 de Setembro, no valor de R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Adriana Calcanhoto também irá se apresentar em Floriano, Piripiri e Parnaíba com o show “A Mulher do Pau Brasil”. Em Teresina, a apresentação será nesta terça (13) e a abertura do show será com o cantor Zé Roraima.

A Mulher do Pau Brasil, tem o mesmo nome do espetáculo que a artista montou em 1987, aos 21 anos, em Porto Alegre. Há pontos de ligação entre os projetos, mas atualmente a cantora vive um momento diferente. A turnê foi idealizada como conclusão da residência artística de Adriana, na Universidade de Coimbra, onde morou nos últimos dois anos, se dividindo entre cursos e apresentações.

Acompanhada por Bem Gil e Bruno Di Lullo, a abertura do show é com a canção que dá título à montagem, espécie de autorretrato deAdriana, que se sentia realmente a "mulher do Pau Brasil" em Coimbra, falando sobre o caráter antropofágico na cultura brasileira.

Traz alguns de seus sucessos, como Esquadros, Inverno e Vambora, e surpresas. Há um bloco dedicado a poemas musicados, com Gregório de Matos, Alberto Caeiro e Emily Dickinson. Já a parte final tem músicas alegres, fechando com versão dançante de Eu sou terrível, de Roberto e Erasmo.

No interior, as apresentações acontecem no Teatro Maria Bonita (Floriano), Teatro João Cláudio Moreno (Piripiri) e Teatro Saraiva (Parnaíba).

O Projeto Seis e Meia é realizado pelo Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Cultura – Secult e acontece uma vez por mês sempre com uma atração nacional da música, além de shows com os artistas piauienses. O projeto foi descentralizado e hoje, além de Teresina, acontece também em Piripiri, Parnaíba, Floriano, Oeiras, Corrente e Bom Jesus.


Fonte: ASCOM